#39 – Não é que você não gosta de ler…

… É que não encontrou a leitura certa ainda xD

Costumo dizer isso na livraria para quem diz que não gosta de ler. Afinal, só o fato de você ter entrado na livraria e olhado com interesse para algumas capas já é um grande passo andando. E essa ideia eu não aplico somente aos outros, mas também para a minha pessoa xD Gosto muito, muito mesmo de livros de fantasia. Porém, isso não significa que eu tenha gostado de todos os livros de fantasia que já li. Tem uma série de fatores que interfere: se a trama é boa, se eu compro os personagens, se a narração me atrai e não me faz ficar flutuando e pensando em outras coisas enquanto só passo os olhos pelas linhas… Enfim, falando tudo isso aqui para chegar ao ponto de hoje: não é porque eu não goste de um tipo de leitura que eu não vou ler. Leio, e se eu não gostar digo o motivo. Foi assim com Crepúsculo. Li tudo, e defendo que o livro poderia ser mil vezes melhor se não focasse somente no romance. Então, pulando Crepúsculo que isso é assunto para outro post, o grande testemunho exemplo que vou trazer para vocês hoje são os livros hots (sim, os eróticos, mas falar hots é mais legal xD).

Lá na livraria sempre temos que tomar cuidado e avisar: esses são os romances, os do lado de cá são os hots e os de lá são os não-hots. Os dois saem igual, mas tem as pessoas que ou só querem um ou só querem o outro. Sempre temos que ficar atentos ao indicar (tem as meninas de 10 anos que querem aquele com a capa super sugestiva e o pai ainda pergunta se é pesado para ela xD).

Muito antes de eu trabalhar na livraria, afirmava que não gostava de livros hots. Na verdade, não sou fã mesmo xD Só que na época o meu único referencial eram alguns livros nacionais que eu tinha lido e 50 Tons de Cinza. Não gostei, sério. E os motivos principais são os mesmos que me fazem não gostar de alguns livros de fantasia: não comprei os personagens, a narrativa não me prendeu, cadê a trama desenvolvida, etc. E esse era o meu julgamento… até eu arriscar ler Julia Quinn.

Lá estava eu em um daqueles tempos em que meus pais viajavam e eu ficava com a missão de cuidar do mercado deles. Para passar o tempo, pegava o meu kindle e lia aleatoriamente algum livro que já estava mofando lá fazia algum tempo. Então me deparei com O Duque e Eu, o primeiro livro da série Os Bridgertons.

oduqueeeu

Gosto muito de romances de época, tipo Jane Austen. Já tinha lido algo sobre Julia Quinn ser considerada a Jane Austen moderna, mas nunca tinha dado bola. Aí decidi ler o primeiro capítulo e até que gostei, achei engraçado. Aí falei para a Paula (Vendramini) que terminaria de ler e que se fosse bom mesmo avisaria para ela. Aí li tudo naquele dia e já comecei o livro 2 (O Visconde que me Amava), aí intimei a Paula a ler porque era muito bom. Terminei o livro 2 naquele segundo dia. Aí não havia mais, porque era tudo o que a Arqueiro tinha lançado no Brasil até aquele momento. Aí recorri aos piratas e li todos os outros 6 livros dessa forma, em questão de uma semana, e desde então falo para o mundo que é uma boa leitura! (sim, li pirata, mas hoje tenho todos eles impressos na minha estante xD)

os-bridgertons

Sim, é hot, mas é leve, nada ofensivo. O que tem de melhor é o romance mesmo e a comédia (nem gosto dessa mistura xD). Apesar do cenário de época, o modo de agir e falar dos personagens fica no normal para nós (não foge da época, mas não fica fora do que entendemos por realidade xD). Os personagens não são perfeitos, e é por causa dos defeitos deles que todas as histórias se desenrolam… Mas, qual é a história?

Basicamente, são 8 livros, cada um sobre um dos irmãos Bridgertons, começando com a irmão mais velha (4ª filha), a Daphne. Vou fazer só uma sinopse desse, pq se fizer de todos vai virar um mega post xD

the_bridgertons_by_bechedor79-d4rmhmz

Tendo 3 irmãos mais velhos como referência, Dafne não era vista exatamente como um bom partido pela sociedade de Londres (ela era considerada pouco feminina perto das suas coleguinhas). Enfrentando mais uma temporada em que se apresentava em eventos sociais para tentar realizar o desejo da mãe de vê-la finalmente casada, mais uma vez ela não tinha sorte em chamar a atenção dos rapazes. A única abordagem que recebeu foi de um rapaz bêbado, o qual ela já tinha recusado antes. Ele a cerca em um corredor e insiste na ideia de ela o considerar como um pretendente. Logo ali perto, Simon, o Duque de Hastings, procurava por um meio de fugir daquela festa onde todas a mães se empenhavam em empurrar suas filhas para cima dele (já que era o melhor partido da temporada). Porém, ao presenciar a cena, não pôde fugir da realidade de ser um cavalheiro vendo uma donzela em perigo, e decide ajudar a moça. Mas antes de ele fazer qualquer coisa, Daphne soca a cara do bêbado, que cai desmaiado no chão. Surpreso, Simon fica olhando a cena, em que ela não sabe o que fazer com o desfalecido e fica correndo em círculos (omg! omg!). Por fim, ele a ajuda a arrastar o rapaz para um local escondido e nisso eles tem sua primeira conversa. Foi assim que os dois se conheceram e é a partir desse encontro que eles fazem um acordo de fingirem interesse um no outro, o que ajudará ambos a conquistarem seus objetivos. Com isso, as mamães casamenteiras teriam que desviar o foco do Duque, uma vez que ele já tinha escolhido a sua pretendente; e se Daphne fosse cortejada por esse grande partido, isso com certeza faria mais rapazes se interessarem nela… Deu certo! O problema foi o depois disso, quando os dois começam a sair do limite da encenação, quando o Duque passa não gostar muito da atenção que a pretendente-fake está recebendo de outros rapazes xD

Não viu nada de mais nessa sinopse? Então se arrisque a ler e depois conversamos!

Depois da Daphne e o Simon, vem o Anthony, a Kate e a abelha xD

beeeeeee__kate_and_anthony__by_amorettella

Resolvi postar aqui sobre Os Bridgertons porque a excelentíssima senhora dona do blog finalmente leu os livros (depois de quase dois anos de insistência da minha parte) e também se apaixonou pela história xD Para quem já leu e adora também, tem algumas novidades para o ano que vem: a Julia Quinn volta para a Bienal! \o/ Tbm, estará na Livrarias Curitiba fazendo um tour (Lá vai Elô e eu de malinhas para a casa da Paula em Ctba para sermos fã-louca xD). Pegando o embalo, a Arqueiro vai publicar de uma só vez os 4 romances das irmãs que aparecem de relance em quase todos os livros de Os Bridgertons: as Smythe-Smith (aquelas que todo o ano a família faz um concerto com elas tocando, e as pessoas são obrigadas a irem ouvir, por pura educação xD)

Até o próximo post! \o/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s