CÓDEX DOS CAÇADORES DE SOMBRAS

❤ Leitura obrigatória para qualquer aspirante a Shadowhunter❤

O Códex reúne descrições das criaturas mágicas do mundo das sombras, armas utilizadas pelos nephilim, um breve resumo da história dessa raça, além de curiosidades acerca do mundo das sombras. Sua leitura é indicada a mundanos em ascensão para que conheçam a cultura dos descendentes de Jonathan Caçador de Sombras.

IMG_0158

O livro é um extra das séries escritas por Cassandra Clare e premiam o leitor com descrições e resumos inusitados de alguns aspectos da vida de caçador de sombras. É como se o leitor tivesse a sorte de ascender e se tornar um shadowhunter.

Por se tratar de um livro didático, a escrita formal é muita vezes sobreposta por anotações de Clary, Jace e Simon, o que confere um ar mais leve e um toque de comicidade académica à obra.

O livro foi citado inúmeras vezes pelos personagens durante os inúmeros livros de Cassandra e oferece explicações a inúmeros questionamentos que surgem durante a leitura dos livros.


Sinopse:

A Clave tem o prazer de anunciar a mais nova edição no mais antigo e famoso manual dos Nephilim: o Shadowhunters’ Codex. Desde o século XIII, o códex vem sendo o mais jovem amigo de todo Caçador de Sombras. Quando você está cercado por demônios, é muito fácil esquecer os pontos mais obscuros da linguagem demoníaca ou a maneira mais rápida de parar um ataque de demônios Raum. Com o códex, entretanto, você nunca vai precisar se preocupar.


 

Ficha Técnica:

Título: Códex dos Caçadores de Sombras

Autor: Cassandra Clare

Editora: Galera Record

ISBN: 9788501403957

Páginas: 274

Ano: 2014


🎧Ouvindo: Some Nights – Fun🎧

A COROA

Pra quem acompanhou a história de amor de Maxon e America em A SELEÇÃO,  a leitura de A Herdeira, seguido por A Coroa é inevitável. Neste, a protagonista é Eadlyn Shreave, filha do casal mais amado de toda Iléa, e futura rainha e sua tarefa é encontrar um marido.

 

IMG_0356

 

O final de A Herdeira foi de deixar qualquer fã de cabelos em pé. A fuga de Ahren seguida pelo colapso de America foram absolutamente inesperados e a escolha de Eadlyn se tornou ainda mais difícil. A disputa por seu coração afunilou ainda mais e para nós, leitores, era difícil escolher apenas um de seus candidatos.

Como no restante da saga, a leitura é leve e muito rápida. Devorei em menos de 3 dias e ainda ficou aquele gostinho de “quero mais”. Apesar de ser uma distopia, o livro tem uma narrativa mais focada no romance água com açúcar e nos faz suspirar a cada página, mesmo quando tememos pelos personagens.

 


Sinopse: Eadlyn não acreditava que encontraria um companheiro entre os trinta e cinco pretendentes do concurso, muito menos o amor verdadeiro. Mas às vezes o coração prega peças… e agora Eadlyn precisa fazer uma escolha muito mais difícil – e importante – do que esperava.  America Singer e o Príncipe Maxon se apaixonaram, e a filha do casal é a primeira princesa a passar por sua própria seleção. 


Ficha Técnica:

Título: A Coroa

Autor: Kiera Cass

Editora: Seguinte

ISBN: 9788555340048

Páginas: 310

Ano: 2016


🎧Ouvindo: Hymn for The Weekend – Coldplay🎧

DAMA DA MEIA-NOITE

Eu acompanho a Cassandra Clare desde 2011 com seus lançamentos, e conforme os livros chegam ás livrarias brasileiras, dou o jeito de comprar e ler rapidamente. Esse aqui, fiz questão de pedir de presente de dia dos namorados pra poder devorar o mais rápido possível.

 

IMG_0399

 

Nesse livro, temos de volta a história dos irmãos Blacktorn e Emma Carstairs, que conhecemos no último livro dos Instrumentos Mortais, o CIDADE DO FOGO CELESTIAL. Julian, apesar de não ser o mais velho dos Blacktorn, assume a educação e cuidado dos quatro irmãos mais jovens; Emma Blacktorn é sua parabatai e melhor amiga desde sempre e o vê crescer e amadurecer muito rapidamente após a perda de seus pais.

Assim como na trilogia PEÇAS INFERNAIS, nessa série podemos ter uma visão mais ampla da relação entre parabatai. Julian percebe que tem sentimentos muito maiores que o permitido pela lei por Emma, e as poucos, a garota corresponde. “A lei é dura, mas é a lei” é uma das frases que ecoam nas cabeças dos personagens que acabam quebrando a lei dos nephilim inuúmeras vezes, por seus amigos, familiares e por amor também.

Além disso, Emma e todo o pessoal do Instituto de Los Angeles investigam uma estranha seita que parece estar diretamente ligada ao assassinato dos pais da garota no passado.

Para os apegados ao pessoal do Instituto de Nova Iorque: Clary, Jace, Simon, Izzy, Alec e até mesmo Magnus aparecem em diversos trechos do livro. Dá pra matar as saudades ❤

 

❤ Leitura obrigatória para qualquer aspirante a Shadowhunter ❤

 


Sinopse: Em um mundo secreto onde guerreiros meio-anjo juraram lutar contra demônios, parabatai é uma palavra sagrada. O parabatai é o seu parceiro na batalha. O parabatai é seu melhor amigo. Parabatai pode ser tudo para o outro mas eles nunca podem se apaixonar.

Emma Carstairs é uma Caçadora de Sombras, uma em uma longa linhagem de Caçadores de Sombras encarregados de protegerem o mundo de demônios. Com seu parabatai Julian Blackthorn, ela patrulha as ruas de uma Los Angeles escondida onde os vampiros fazem festa na Sunset Strip, e fadas estão à beira de uma guerra aberta com os Caçadores de Sombras. Quando corpos de seres humanos e fadas começam a aparecer mortos da mesma forma que os pais de Emma foram assassinados anos atrás, uma aliança é formada. Esta é a chance de Emma de vingança e a possibilidade de Julian ter de volta seu meio-irmão fada, Mark, que foi sequestrado há cinco anos. Tudo que Emma, Mark e Julian tem a fazer é resolver os assassinatos dentro de duas semanas antes que o assassino coloque eles na mira.


Ficha Técnica:

Título: Dama da Meia-noite

Autor: Cassandra Clare

Editora: Galera Record

ISBN9788501401083

Páginas: 574

Ano: 2016


🎧Ouvindo: Time-Bomb – All Time Low🎧

ORFANATO DA SRTA. PEREGRINE PARA CRIANÇAS PECULIARES

Jacob sempre amou o sobrenatural; As histórias contadas por seu avô – Abe – sobre sua infância, sobre crianças incríveis com superpoderes. Conforme cresceu, aprendeu a tratar essas hitórias como frutos da mente criativa de seu avô, e a ignorar qualquer possível ligação com a realidade – inclusive as fotos que Abe tão insistentemente mostrava.

IMG_0306.JPG

Quando a adolescência chega, Jacob percebe que Abe está envelhecendo, tendo devaneios, e fiando cada vez mais estranho, paranoico. Assim, numa noite sombria, Jacob segura seu avô enquanto ele desvanece em seus braços, deixando apenas o vislumbre de uma criatura sinistra e um enigma a ser decifrado.

Ele questiona sua sanidade quando se lembra da criatura com tentáculos que tirou a vida do Sr. Portman em meio à mata. A ajuda vem de forma profissional, pelo Doutor Golan, psiquiatra. Seus pais temem por sua vida, assim como temiam pela de seu avô.

Acompanhado por seu pai, Jacob segue sua viagem rumo ao lugar onde seu avô cresceu, um orfanato numa pequena ilha, que mal tinha luz elétrica. Lá ele descobre criaturas incríveis, como aquelas narradas por Abe nas histórias que lhe contava quando criança, e embarca numa aventura através do tempo e espaço, nas terras comandadas pela Ave.

Comprei o livro por indicação da Lhaisa (aliás, se ainda não sabe quem é Lhaisa, leia a coluna PAPO DE COZINHA) e baseado no primeiro trailer que tinha saído. Acontece que o trailer, apesar de ser incrível, em muito se afasta da história original. A narrativa demora a pegar ritmo, mas quando pega, se prepara pra não conseguir mais largar, por mais que a cena não seja de ação.

Já leu o livro? Comenta aí embaixo o que achou e me conta o que pensa sobre os trailers que já saíram da adaptação feita pelo Tim Burton, que estreia no final de setembro no Brasil.


Sinopse:Tudo está à espera para ser descoberto em O orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares, um romance inesquecível que mistura ficção e fotografia em uma experiência de leitura emocionante. Nossa história começa com uma horrível tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo, por mais impossível que pareça, ainda podem estar vivas. Uma fantasia arrepiante, ilustrada com assombrosas fotografias de época, O orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares vai deliciar adultos, adolescentes e qualquer um que goste de aventuras sombrias.


Ficha técnica:

TítuloO Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares

Autor: Ransom Riggs

Editora: Leya

ISBN: 9788580442670

Páginas: 336

Ano: 2012


🎧Ouvindo: Half Light– BANNERS🎧

COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ

Apesar de gostar muito do gênero fantástico, também sou muito apaixonada por livros de romance e pelos finais felizes. Nem todos os romances terminam com o tão sonhado “felizes para sempre”, mas algumas histórias nos marcam para sempre. Como eu era antes de você, é um desses.

 

IMG_0703

 

Quando ganhei o livro (de presente de aniversário) não botei moral, e só fui ler ele quando já tinha esgotado todas as minhas possibilidades de leitura. Me arrependi de não ter começado antes, e só parei, quando cheguei ao fim. É um livro curto e de leitura rápida, que conta uma história de amor que trata de temas não tão leves.

A história se passa numa cidadezinha do interior, onde boa parte da economia gira em torno do turismo num castelo. Louisa Clark – Lou, como prefere ser chamada -se encontra desempregada quando o café onde trabalhou a vida toda, fecha por conta da crise. Sem experiência, o mercado de trabalho não apresenta muitas possibilidades a ela, que por fim, se vê aceitando um trabalho como cuidadora.

Will Trainor. Empresário, alpinista de fim de semana, aventureiro e feliz. Esse é o Will que Lou nunca teve a chance de conhecer. No lugar desse Will feliz, Louisa é apresentada ao Will amargurado e infeliz, que após sofrer um acidente, ficou paraplégico.

A relação dos dois é bastante conturbada, por conta da amargura de Will. Amargura que é bem explicada, uma vez que ele, tão ativo, encontra-se “condenado” a depender das pessoas para absolutamente tudo.

O grande gancho da história se apresenta quando Lou descobre que Will deu um prazo aos pais: ele iria esperar seis meses, e então gostaria de ser levado à uma clinica na Suíça para cometer suicídio assistido. Assim, ela resolve mostrar a ele tudo que a vida pode lhe dar se continuar vivendo, e disso nasce um romance.

 


 

Sinopse: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade – um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas – e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes ativo e esportivo Will agora desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Sua vida parece sem sentido e dolorosa demais para ser levada adiante. Obstinado, ele planeja com cuidado uma forma de acabar com esse sofrimento. Só não esperava que Lou aparecesse e se empenhasse tanto para convencê-lo do contrário.
Uma comovente história sobre amor e família, Como eu era antes de você mostra, acima de tudo, a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado.

 


 

Ficha Técnica:

Título: Como eu era antes de você

Autor: Jojo Moyes

Editora: Intrínseca

ISBN: 9788580573299

Páginas: 320

Ano: 2013

 


🎧Ouvindo: Boom!– Simple Plan🎧

POR UMA VIDA MAIS DOCE

O livro Por uma Vida Mais Doce reúne as melhores receitas de uma das confeiteiras mais legais do youtube, além de dicas pra fazer sua vida na cozinha muito mais fácil.

 

13480036_10201778310536375_1500239610_n

 

Quando comecei a me interessar por cozinha, procurei inúmeras referencias, e continuo procurando até hoje. Sigo vários canais no youtube e acompanho muitos blog de culinária, além de ter referencias dos meus familiares e amigos, e isso me ajuda a compor as receitas do blog. A Dani surgiu nessa busca e acabou se tornando uma das minhas blogueiras favoritas, por seu humor e desenvoltura frente à câmera.

Apesar de estar na listinha de favoritas, acabo não conseguindo experimentar muitas receitas dela, pois a grande maioria é bem complicada e com ingredientes que não consigo achar facilmente por aqui.

No livro, temos as receitas mais incríveis, escolhidas a dedo pela Dani, além das melhores fotos para ilustrar. Meu capítulo preferido é o do Bigode na Cozinha, pois são receitas menos rebuscadas e de preparo mais fácil. Aliás, Bigode na Cozinha é o segmento que mais gosto do canal no youtube, porque o Paulo (Bigode) é muito irreverente e tão iniciante na cozinha quanto eu, fazendo com que a Dani explique de forma muito mais detalhada os preparos dos pratos.

Também conta com vários QR Code por todo o livro que te encaminham para vídeos exclusivos com o passo-a-passo das receitas do livro.

Acho que é importante comentar que o preço não é dos melhores, mas é um dos livros que eu sempre quis ter, porque ele é todo lindo, rosa, com fotografias incríveis de receitas maravilhosas escritas pela Dani Noce com todo o carinho.

Já conhece o canal dela no youtube? Clica AQUI e corre conhecer a aprender muitas receitas legais.

 


Sinopse:

As melhores receitas do ‘I Could Kill For Dessert’, o maior site de confeitaria do Brasil, agora em suas mãos! Conheça toda a delicadeza de Danielle Noce em mais de 170 deliciosas receitas. Explicadas de maneira muito simples, elas são acompanhadas de belíssimas fotos que ajudarão você a montar perfeitamente cada prato. E não se preocupe se você não conseguir entender algum passo do modo de fazer – o livro traz vários links que você poderá acessar e ver a Dani preparando a receita com muita graça e doçura.

 


Ficha Técnica:

Título: Por uma vida mais doce

Autor: Danielle Noce

Editora: Melhoramentos

ISBN: 9788506062067

Páginas: 352

Ano: 2014

 


🎧Ouvindo: Shake it Off – Taylor Swift🎧

AS CRÔNICAS DE BANE

Magnus Bane é um de meus personagens favoritos nas sagas dos Caçadores de Sombras (sim, já são 3 sagas) e também um dos mais curiosos e extravagantes. Acredito que esse amor seja compartilhado pela autora, que dedicou todo um livro, composto por diversas crônicas, para narrar os melhores – e piores – momentos do Alto Feiticeiro do Brooklyn.

13459671_10201763123636712_1403468633_n.jpg

“Era difícil não reconhecer Magnus. Homens altos, de pele dourada e olhos de gato eram raros”

O livro reúne crônicas do ponto de vista engraçado e irônico de Bane, e mesmo os momentos mais sérios são pontuados pelo sarcasmo do personagem. Além disso, as histórias são repletas de descrições incríveis das roupas espalhafatosas do personagem e também das inúmeras histórias de amor que viveu nos últimos 300 anos.

Dentre os mais importantes – talvez o mais importante de toda a existência do feiticeiro – está o romance vivido com o Caçador de Sombras, Alec Lightwood. Além desse, a linhagem dos Herondale foi alvo das investidas de Bane.

Eu li o livro conforme ordem de lançamento, logo após Cidade do Fogo Celestial, e pude entender muito sobre o feiticeiro de olhos de gato.  Os contos se passam durante diversos períodos, inclusive períodos de antes das sagas e entre as sagas.

Em Cidade do Fogo Celestial ficamos sabendo do envolvimento (não-amoroso) de Magnus com Raphael  e temos uma crônica inteira dedicada a contar essa história com mais detalhes, podendo entender melhor porque havia essa relação de respeito mútuo entre os personagens.

Claro que nem todas as questões são respondidas, afinal, terminamos o livro sem saber a idade real de Magnus e nem mesmo como e onde nasceu e cresceu. Temos apenas pequenos trechos que comentam isso, mas nada muito aprofundado. Será que vai ter volume dois das crônicas do feiticeiro?


Sinopse:

Nesta edição ilustrada, são narradas as mais diversas aventuras do feiticeiro imortal Magnus Bane, das aclamada séries de Cassandra Clare. Entre escapadas no Peru e resgates reais na Revolução Francesa, acompanhe fragmentos da vida do enigmático mago ocorridos em diversos países e períodos históricos, com aparições de figuras conhecidas como Clary, Tessa, Will e Alec, personagens de Os Instrumentos Mortais e As Peças Infernais.

 


Ficha Técnica:

Título: As Crônicas de Bane

Autor: Cassandra Clare/ Maureen Johnson/ Sarah Rees Brennan

Editora: Galera Record

ISBN: 9788501403964

Páginas: 388

Ano: 2014

 


🎧Ouvindo: Nostalgic – Simple Plan 🎧

A RAINHA VERMELHA

Eu já admiti diversas vezes o quanto eu gosto do gênero distopia, certo? Então, mais pra coleção: A Rainha Vermelha.

 

13410400_10209603087216722_1891783712_o

 

Rainha Vermelha é razoavelmente parecido com A SELEÇÃO. Aliás, até confundo um pouco as duas sagas, mas na essência, elas são totalmente diferentes. Quando falamos de A Rainha Vermelha, falamos de sangue vermelho e sangue prateado. Falamos de poderes que apenas os prateados tem (é?).

Acredito que o que me faz relacionar com os livros de Kiera Cass é a situação de Mare Barrow, que é muito parecida com a de America Singer.

Deixando de lado as comparações, vamos falar da história em si.

Logo que foi lançado, formou-se um grande burburinho em cima da publicação, mas quem leu primeiro e me indicou (aliás, até emprestou o livro) foi a Lhaisa, que escreve a coluna PAPO DE COZINHA.

A história tem como base uma sociedade dividida pelo sangue: vermelho para a plebe, e prateado para a elite, que é elevada a uma categoria superior por conta de seus poderes sobrenaturais. O livro, que é narrado em primeira pessoa por Mare Barrow, já começa nos apresentando a dura realidade vivida por grande parte dos vermelhos: miséria e injustiça nessa sociedade segregada.

 

13350961_10209603087776736_860491444_o

 

Mare é uma vermelha, o que quer dizer que o sangue dela não apenas é vermelho como também ela não tem nada especial, diferente dos de sangue prateados que dominam a sociedade com seus poderes.

A reviravolta acontece quando, certo dia, Kilorn, seu melhor amigo aparece em sua casa dizendo que perdeu o emprego e por consequência seria recrutado para o exército. Ela sabe que ele não sobreviveria e  que precisa fazer de tudo para ele não ser convocado. Em sua busca desesperada por ajuda para o amigo, Mare encontra um rapaz misterioso e se pega contando toda sua história para ele achando que nunca mais o verá novamente. No dia seguinte empregados reais aparecerem em sua casa, convocando-a para acompanha-los.

Ela logo se vê dentro do mundo dos prateados, e após um acidente ela é obrigada a assumir um papel que nunca achou que faria: ser uma nobre prateada.

Acompanhamos então ela dentre desse mundo insuportável, convivendo com pessoas que se acham superiores por conta da cor de seu sangue e tentando sobreviver a cada dia sabendo qualquer erro e ela não verá a luz do dia novamente.

Toda a leitura foi marcada por sentimentos e reações ao que eu lia: angústia crescente pelas injustiças cometidas, dúvida pelos caminhos escolhidos por Mare, os questionamentos que a própria protagonista faz sobre suas próprias convicções, a adrenalina nos muitos momentos de ação e as surpresas cada vez maiores trazidas pelo próprio enredo. A todo momento fui tomada pela impressão de que nada do que eu esperasse de fato aconteceria, uma vez que Victoria Aveyard me surpreendeu diversas vezes ao longo da trama. Em determinado momento, passei a cogitar toda e qualquer possibilidade, e uma vez que alguém tinha me contado um spoiller, eu quase adivinhei o final. Ainda assim fui surpreendida: eu realmente não sabia o que esperar, mesmo tendo diversas opções a minha frente.

Apesar de tratar basicamente dos mesmos assuntos que os outros livros do gênero – sociedade segregada, forte desigualdade social – o que o destaca são os poderes sobrenaturais que os prateados apresentam e as divisões dentro da própria elite.

 


Sinopse:

O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses.
Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?
Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe – e Mare contra seu próprio coração.

 


Ficha Técnica:

Título: A Rainha Vermelha

Autor: Victoria Aveyard

Editora: Seguinte

ISBN: 9788565765695

Páginas: 422

Ano: 2015

 


🎧Ouvindo: The Vamps – Wake up 🎧

CIDADE DO FOGO CELESTIAL

Tenho um costume besta de escrever na primeira página dos meus livros o dia que eles foram adicionados à minha prateleira. Esse, especificamente, entrou em dezembro de 2014 e só chegou ao topo da listinha de leitura agora. Aliás, se eu tivesse lembrado que a leitura seria tão incrível, teria burlado a lista e colocado logo no topo.

 

13335460_10201706360097659_1531478891_n

 

Já contei nesse post AQUI como foi que Instrumentos Mortais entrou na minha vida. Terminei de ler o quinto livro há um bom tempo. Comprei o sexto, e último da série e deixei mofando na prateleira. Se me perguntarem porque demorei tanto pra ler, me atrevo a responder que seria o medo do fim, talvez.Leia mais »

O ANATOMISTA DE DRAGÕES

Pra quem não gostava de ler livros nacionais, estou me surpreendendo com minhas escolhas literárias, e me surpreendendo mais ainda com a qualidade desses livros. A leitura da vez é de um autor não só nacional, mas que mora aqui, do ladinho da minha casa, quase meu conterrâneo.

 

13318648_10201705651239938_1748061028_n

 

A primeira vez que ouvi falar desse livro, ele era apenas um projeto. Como eu já contei, 90% do que eu leio, vem de indicação da Lhaisa (que escreve a coluna Papo de Cozinha) e esse não foi diferente. Demorei um tempinho pra colocar minhas mãos no livro físico, mas quando o fiz, foi uma grande surpresa.

O universo de O Anatomista de Dragões é igualzinho ao nosso, sendo a única diferença a existência de Dragões. Aliás, já imaginou como seria se Dragões existissem de verdade? Já imaginou como seriam as grandes guerras, as revoluções e tudo mais? Como seria o envolvimento do ser humano com eles? Essa história responde a todas essas perguntas.

Mas a melhor coisa é a ambientação. Ambientação é tudo: se está escrevendo uma história onde o leitor não consegue imaginar o mundo em que se passa, tá escrevendo errado. E essa, especificamente, se passa em Londres e no Brasil. Sim, a distância geográfica dos dois países é um problema a ser superado pelos personagens.  Me atrevo a dizer que um dos trechos mais satisfatórios da história se passa em terras iguaçuenses, quando tudo ainda era mato e revoluções. Não canso de imaginar aquele dragão cinzento sobrevoando as Cataratas do Iguaçu como narrado no livro.

Difícil falar de livro sem falar de personagem, e nesse temos como protagonista o maior estudioso de dragões de todos os tempos: Jonathan Rose. É ele quem narra quase toda a história de sua vida à uma jornalista, e é essa conversa que forma o livro. A visão do velho Rose sobre sua história ao lado dessas magníficas criaturas aladas, uma vez temidas, agora respeitadas.

 


 

Sinopse:

Imagine um mundo onde os dragões eram animais comuns, porém toda a lenda e mistérios estão envoltos sobre eles. Este é o mundo onde o biólogo Jhonatan Rose dedica sua vida a compreender e a respeitar esses seres, e chega à conclusão de quem são os verdadeiros monstros. 


 

Ficha Técnica:

Título: O Anatomista de Dragões

Autor: Alexandre Kalfeld

Editora: Editora Normas

ISBN: 9788567418117

Páginas: 344

Ano: 2015


 

🎧 Ouvindo: The Darling Buds– Get your Guns 🎧