#41 – Pq todos nós nascemos com a nossa Caixa de Pandora…

…e um dia alguém pode quebrar nossos cadeados!

Mais um post retirado do baú do LAProom, mas esse mais do que merece ser repostado xD

Mogami Kyoko é uma menina esforçada, criada por conhecidos em uma famosa pousada na tradicional Kyoto. Por viver de favor, desde cedo ela aprendeu a ser uma atendente perfeita, que tem desde a postura correta até os dons de cozinhar, limpar e receber bem as pessoas. Porém, em toda a sua vida, só existia um único motivo para ela ser uma moça tão bem prendada: Shotaro, o filho dos donos da pousada.

Além de ser aquele que sempre esteve ao seu lado enquanto crescia e aquele que cuidava dela, os pais de Shotaro pretendiam que ele se tornasse o herdeiro da pousada, e que Kyoko fosse sua esposa perfeita para ajudá-lo no negócio. Sendo tecnicamente orfã e praticamente noiva do menino mais bonito da escola, Kyoko era desprezada e judiada pelos colegas. Mesmo não sendo exatamente a princesa de contos de fadas que ela tanto queria ser quando crescesse, Kyoko estava feliz tendo o seu amado príncipe encantado, e só isso bastava.

Porém, Shotaro não achava que a sua vida se resumia a isso, e aos 16 anos ele brigou com os pais e saiu de casa, partindo para Tokyo com o desejo de ser famoso… e levando a Kyoko com ele. Deslumbrada com o fato de seu amado ter a chamado para ir junto (o que era praticamente uma declaração de amor), Kyoko foi saltitante viver com ele na cidade. Enquanto ele batalhava no mundo do entretenimento, ela trabalhava como uma condenada em vários empregos e ainda cuidava do apartamento do agora estrela em ascensão Fuwa Sho.

Até que em um dia, a caixa de pandora de Kyoko foi aberta por Sho e todos os demônios do seu coração foram soltos no mundo!

Sem saber que Kyoko o ouvia, Sho contou para sua agente que apenas usava a amiga como empregada. Como ele, um menino mimado que nunca lavou um prato, iria sobreviver em Tokyo sem ajuda? Enganada, humilhada e furiosa, Kyoko fez um juramento mortal com sua então alma negra contra Sho: iria destruí-lo a qualquer custo!

E, em seu caminho de vingança, ela resolveu entrar para o mundo do entretenimento e ser tão famosa, mas tão extremamente famosa, que poderia pisar no Fuwa Sho e ele seria obrigado a reconhecer a sua superioridade. Um plano perfeito!

Contudo, Kyoko não sabe atuar, cantar, dançar, nada artístico. Sua única maneira de conseguir uma oportunidade de trabalhar em uma agência é sua pavorosa insistência. E ela consegue xD

E aí vem outro problema: sua motivação. A única coisa que a fez querer um trabalho naquele meio é a sua vingança. Reparando em seu caso especial e prevendo um talento que poderia ser lapidado, o dono da Agência LME funda, exclusivamente para Kyoko, o departamento Love Me, em que ela (além de ter que usar um macacão rosa-cheguei-abafando-fiquem-cegos), precisa conseguir de seus veteranos carimbos de pontos, que vão garantir a sua evolução. E, o mais importante, esses carimbos só serão conseguidos se ela cumprir a sua tarefa de fazer as pessoas a amarem xD

Agora, como um coração totalmente negro e possuído dessa garota pode voltar a ser como era antes quando ela só via o mundo através dos contos de fadas?

Sim, Skip Beat merece toda essa introdução! xD A história conseguiu superar Hana Yori Dango na nossa preferência e somente por isso tem esse destaque todo especial xD

A vingança de Kyoko é apenas o pontapé inicial para uma trama que envolve de tudo: planos maléficos, bonequinhos de vudu personalizados, amizades inusitadas, fantasia de galo, mini-kyokos-demônios que atormentam pessoas, mudanças de visual e, é claro, romance! O que seria de Skip Beat sem Tsuruga Ren e Fuwa Sho? xD Então vamos para esses dois seres importantes e suas importâncias na história o/

Fuwa Sho – típico piá-pançudo egoísta que só pensa nele e pisa em cima dos outros. Kyoko, apesar de ser iludida pelos seus sonhos de infâncias situados em reinos fantásticos de princesas e fadas, acreditou nele por muito tempo. Só que quando ela cai da ilusão para a realidade, Sho percebe que a vida dele também muda. Afinal, ele cresceu junto com a Kyoko, e ter ela ao seu lado era tão certo quando o sol nascer de manhã. E, não tem aquela máxima de que só percebemos o que é importante quando perdemos? xD Logo Sho percebe que não deve só zombar das tentativas de Kyoko de ser uma atriz, como vê de muito perto todo o potencial dela, e se dá conta do que perdeu…  E agora, Sho?!

Skip Beat sem o Tsuruga Ren?! Esse meio-japonês (sim, originalmente ele é loiro) é simplesmente o ator mais cobiçado da atualidade, um perfeito cavalheiro, que tem o dom de ser encantador com qualquer um. Ele até que tinha ido com a cara da Kyoko que insistia que precisava muito trabalhar na LME, mas a despejou assim que descobriu os verdadeiros motivos dela. Detalhe: Sho tem o Ren como inimigo declarado no Showbiz e, por consequência, Kyoko também o odiava. Então, como será para ela trabalhar com essa estrela e seu poder especial de não ter uma mancha em seu nome famoso, e que ainda por cima despreza totalmente seus motivos?  Ah, sim, sem contar que com sua caixa de pandora aberta, a Kyoko tem a incrível habilidade de perceber a aura assassina que o sorriso doce e gentil do Tsuruga Ren esconde xD


Com o passar do tempo, esses dois vão ficando cada vez mais próximos, e logo descobrimos que os passados deles têm muito em comum xD

Agora por que Skip Beat é tão diferente de tudo para merecer um post tão especial assim? Simples: leia e descubra! É a única maneira de entender xD Só quando ver cenas e ficar tão em choque que o único comentário involuntário que vai sair da sua boca será um EEEEEEHHHHH?!!, você irá entender que Skip Beat está além de um romance sobre atuação, fala muito mais sobre como ser humano e ter que lidar com outras variedades de seres humanos, cada um com seus problemas e sua própria caixa de Pandora o/

Ainda está em dúvida? Confira a opinião de especialistas xD

Três detalhes sobre o mangá em si que merecem ser mencionado:
1) Skip Beat não precisa de uma página inteira cheia de detalhes para dizer um mundo de coisas, ele consegue com apenas uma página de um único olhar xD;
2) A mangaká é um gênio em pensar em recursos visuais para deixar tudo mais engraçado ou expressivo xD E a grande maioria desses recursos são novidades, que não vemos em outros trabalhos o/;
3) Meninos, a classificação pode ser de mangá para meninas, mas não levem isso em consideração! Skip Beat é um shoujo que pode ser lido por meninos sem preconceitos! xD E garantimos que vocês vão adorar!
4) QUANDO, MERLIM, ESSE MANGÁ VAI SAIR NO BRASIL?!!!! Já tenho espaço reservado para ele na minha estante, editoras!

O anime é bom, para vermos movimento, colorido, vozes, músicas… mas os 25 episódios terminam e dão apenas uma introdução da história! Sério! Depois tem MUITA história ainda, e as melhores partes de todas! xD

Frase épica da Kyoko: Aproveite o sol, Ruri-chan… Porque eu vou enviar você para um lugar que o sol não brilha! MUWAHAHAHAHAHAAA!

E TEVE DORAMA! \o/

#32 – K-rianças! – parte04

Onde estou atualmente nos episódios do The Return of Superman, somente os gêmeos e a Sarang são as crianças do início do programa que ainda continuam. Porém, sei que no momento atual do programa nem eles mais estão (falta uns 30 para eu chegar nos episódios atuais). Das famílias que estiveram no começo, no Ano1, falta ainda falar de 2, que vou tentar condensar aqui em apenas um post xD

Lee Haru, luz do dia, e seu pai rapeiro \o/

tumblr_n6wa0wghzf1qcafo3o1_500

Se você é do mundo do Kpop já deve ter ouvido falar do Tabloo. Seja pelo grupo dele (Epik High) ou por ele ser o cara que escreve as músicas de sucesso de grandes estrelas do meio (tipo, as músicas do BigBang, TIPO, Fantastic Baby xD). A mãe da Haru é uma atriz famosa de filmes e Kdramas, a Kang Hye Jung. Os dois eram o casal mais jovem do programa. Eles se casaram porque a Hye Jung ficou grávida da Haru e formavam um dos casais mais divertidos. Os dois juntos eram um misto de namorados, família e melhores amigos. Se alguém visse os dois interagindo no programa sem saber da condição de casados, poderia chutar que eles eram grandes e inseparáveis amigos. A família Lee sempre era cercada com essa aura juvenil por causa disso xD

tumblr_n535ahhhfy1rxzp1no2_500

Lee Haru era um bebê de três para quatro anos quando começou o programa. Porém, pela altura dela, dava para imaginar que ela já tinha uns seis anos. E isso somado ao corte de cabelo curtinho sempre fazia com que ela fosse confundido com um menino, e não faltava olhares mortais para a pessoa desorientada quando isso acontecia xD

tumblr_nbbvx8aay51tppzsoo1_500

Ela era uma criança super criativa, e super incentivada pelos pais para isso. Sempre fazia teatrinhos, e a equipe da edição do programa montava animações para que a imaginação dela contagiasse os espectadores.

Também, lá pela metade do programa, ela começou a mostrar que seus dons artísticos musicais. Ela adorava dançar imitando os grupos de Kpop de meninas na televisão, era apaixonada pelo G-dragon, cantava e até fazia rap de improviso. Algumas das melhores cenas eram sobre ela e o pai improvisando raps enquanto estavam no carro.

tumblr_nc96d81moh1qjh9l5o1_500

Assim como toda a criança, ela tinha um animal favorito: peixes. Ela adorava tudo o que era do mar, e imitava muito bem os golfinhos. Também, sempre dava um nome estranho para os peixes, fosse eles de pelúcia ou os que os pais compravam para o jantar xD Sempre que ela ‘escrevia’ uma carta para alguém, tudo o que tinha no papel eram peixes coloridos xD Uma das brincadeiras que ela fazia no carro era imaginar que ele era na verdade um submarino, e que eles estavam andando no fundo do mar.

tumblr_ne2nncabtl1r82pzyo1_500

No fim, Haru teve que deixar de gravar o programa por causa da agenda de shows do pai, e demorou um bom tempo para superar que não haveria mais o faz-de-conta-da-Haru no próximo episódio xD

Os oppas Jun Woo  e Jun Seo

Filhos de um ator famoso da tv e do cinema, Jang Hyun Sung, esses dois representavam dentro do programa as crianças um pouco mais velhas. Jun Woo, o mais velho, tinha 9 anos, e o menor 6. Com eles não tinha a fofura de bebê, mas não deixavam de nos emocionar com várias situações de crianças em desenvolvimento: as brigas e reconciliações de irmãos, o ressentimento do Jun Woo quando as notas dele não foram perfeitas (pq,tipo, tirar 80 é o fim do mundo xD), os dentes do Jun Seo caindo e ele aprendendo a andar em uma bicicleta sem rodinhas…

tumblr_n1ecsqdpoi1smsqhbo2_500

O irmão mais velho tinha aquele dom ‘mamãe passou mel em mim’, e como ele era querido, as meninas grudavam nele, ele querendo ou não xD Ele conquistou o coração da Sarang e da Haru com muita facilidade.

tumblr_n1um3jgcov1r10pybo9_500

Já o irmão mais novo era mais nervoso, e ficava muito bravo se algo não saia como ele esperava. Isso não ajudava em nada a conquistar as meninas, mas ele sempre se esforçava. Quando ele foi conhecer a Sarang no Japão, se esforçou tanto se fantasiando de Peter Pan e lendo a história para ela que ficou frustrado por não ter dado certo. Mas, com a ajuda do papai ele conseguiu reverter a situação e no fim Sarang também gostou bastante dele xD

tumblr_n6zemsfkc21rt3nc4o8_250

Um dos grandes momentos do irmão mais novo foi ele cavalgando quando a família foi para a Ilha Jeju. Ao contrário do irmão mais velho – que ficou morrendo de medo -, Jun Seo parecia que tinha nascido para andar a cavalo… Mas não tinha nenhuma menina por perto para ver o quão brilhante ele estava xD

tumblr_mw7kxw9qah1t0xw2qo1_r1_500

O pai deles era uma negação na cozinha. O mais engraçado era que ele sempre achava que tinha feito tudo certo e que estava arrasado. No fim, ele tinha usado um ingrediente errado, ou colocado sal demais. Mas, teve um episódio em que ele fez todo o almoço para o aniversário do sogro, e se saiu tão bem que recebeu novamente a permissão para se casar com a filha dele xD

Os irmãos foram os primeiros daqueles que sairam o programa, porque o pai começaria a gravar um novo filme. Porém, deixaram a sua marca como os irmãos mais velhos da turma xD

Próximo post será sobre o trigêmeos DaehanMinGukManse!\o/

PIZZA PARTY

Sabe aquela pizza que você compra tão religiosamente na sexta-feira? Pois bem, não precisa mais comprar porque essa receita aqui, é tão fácil e deliciosa que você nunca mais vai querer gastar seu precioso dinheirinho com pizza comprada. Além de ser super baratinha (tá, depende do sabor xD).

Ah, como eu esperei por esse dia! Desde que aprendi essa receita venho tentando mais e mais sabores e combinações e tava morrendo de vontade de trazer pra vocês. Esse dia chegou!

Leia mais »

CALDO DE FEIJÃO

A versão mais fácil da SOPA DE FEIJÃO e igualmente deliciosa é uma ótima pedida para qualquer dia frio. Tá esperando o que pra ir pro fogão?

IMG_3147

Essa é última receita do mês, e deveria ser a mais deliciosa, certo? Ela vendeu feito água na época em que eu levava caldinhos para vender na faculdade e aqueceu muitos corações nas noites frias de Foz.

Vamos pra cozinha?

Ingredientes:

500g de feijão preto

1 caldo de carne

1 cebola grande

2 dentes de alho

300g de bacon

1 calabresa

cheiro verde

orégano

pimenta calabresa

pimenta do reino

sal

Preparo:

Comece colocando o feijão numa panela de pressão. Cubra com água, tampe a panela e deixe ferver por 20 minutos, em fogo médio, após pegar pressão. Bata o feijão cozido no liquidificador com o quanto bastar de água. Bata junto a cebola, o alho e o caldo de carne até que tudo fique bem homogêneo. Reserve.

Corte o bacon em cubos e leve á uma panela para fritar em sua própria gordura até que esteja bem crocante. Escorra e reserve. Frite a calabresa em cubos na gordura do bacon, escorra e reserve.

Numa panela, junte a mistura do liquidificador, o bacon e a calabresa. Tempere com as pimentas, o orégano e acerte o sal. Deixe ferver em fogo médio até encorpar o caldo e finalize com cheiro verde.

Sirva-se!

 

VACA ATOLADA

Começou a esfriar por aqui faz um bom tempo já, mas antes mesmo de eu tirar os cobertores do guarda-roupas, já estava procurando ideias de receitas quentinhas para esse inverno. Essa aqui, saltou aos meus olhos e agradou até mesmo ao paladar ~chato~ de algumas pessoas.

 

IMG_2771

 

Melhor parte: é mais fácil de fazer do que você poderia imaginar, e se tiver uma boa panela de pressão, fica pronta rapidinho, sujando pouquíssima louça.

 

Vamos pra cozinha?

 

Ingredientes:

1kg de costela bovina desossada

1kg de mandioca

2 cebolas grandes

5 dentes de alho

3 tomates grandes

curry

cheiro verde

sal

 

DICA: Peça para seu açougueiro desossar a costela. Facilita muito o preparo.

 

Preparo:

Comece cortando a costela em cubos e leve á panela de pressão com um fio de óleo. Frite até que todos os lados da carne estejam selados e levemente dourados. Acrescente a cebola em cubos e o alho picado, mexendo até que a cebola fique transparente. Misture os tomates em cubos e cubra com água.

Corte a mandioca em rodelas de cerca de 1 dedo de largura e acrescente à mistura. Mexa bem, cubra com água, adicione o curry e feche a panela.

Conte 20 minutos após pegar pressão, então abra, verifique se está tudo bem cozido (se não estiver, deixe ferver por mais alguns minutos), acerte o sal e finalize com cheiro verde.

 

Sirva-se!

CALDO DE BATATA SALSA

Esse caldo é uma opção rápida  e fácil de janta para o inverno, além de possuir propriedades termogênicas por conta de um ingrediente que dá um toque todo meu à receita.

 

IMG_2906

 

Vamos pra cozinha?

 

Ingredientes:

500g de batata salsa (mandioquinha, batata baroa)

6 batatas grandes

300g de bacon

1 colher (sopa) de gengibre ralado

pimenta rosa

sal

 

Preparo:

Corte as batatas (ambas) em pedaços grandes, coloque em uma panela e cubra com água. Cozinhe até que tudo esteja bem amolecido. Leve as batatas ao liquidificador, acrescentando um pouco da água do cozimento para bater. Bata o gengibre ralado junto e reserve.

Corte o bacon em cubos e frite-o em sua própria gordura até que esteja bem crocante. Escorra e reserve.

Coloque a mistura do liquidificador numa panela, junte o bacon, acerte o sal e adicione a pimenta rosa. Deixe ferver por cerca de 5 minutos.

 

Sirva-se!

 

CALDO VERDE

Essa aqui é a versão bem magra daquela receita de caldo com couve que todo mundo conhece. Se você está numa dieta, daquelas bem restritas, garanto que essa receita aqui vai agradar até sua nutricionista.

 

BB9D5B43-DEF6-4A94-9BF7-72EDB0513427.JPG

 

Aqui eu uso a calabresa como carne, mas se preferir, pode fazer com frango ou qualquer outra proteína que preferir.

 

Vamos pra cozinha?

 

Ingredientes:

1 abobrinha grande

2 chuchus grandes

5 folhas de couve

1 batata média (opcional)

1 cenoura grande

1 cebola

2 dentes de alho

1 calabresa

cheiro verde

pimenta do reino

sal

 

Preparo:

Corte em cubos grandes a abobrinha, o chuchu e a batata. A cenoura deve ser cortada em pedaços menores. Coloque tudo numa panela, cubra com água e cozinhe até ficar bem macio. Bata tudo no liquidificador, utilizando o quanto precisar de água. Reserve.

Corte a calabresa em cubos e frite com um pouquinho de óleo. Escorra e reserve. 

Numa panela grande, frite a cebola em cubos e o alho picadinho, acrescentando em seguida a mistura que foi batida no liquidificador. Acerte o sal, adicione a pimenta e a calabresa. Deixe ferver em fogo médio por cerca de 5 minutos. Finalize com o cheiro verde.

 

Sirva-se!

PS: O pãozinho na foto acaba com a dieta, mas é um ótimo acompanhamento!

CALDO DE MANDIOCA

Da série “Coisas que aprendi com a sogra”: esse caldo de mandioca é uma delícia que todo mundo gosta na casa da minha sogra. É só esfriar um pouquinho que ela corre cozinhar as mandiocas pra fazer essa delícia.

 

5450A79E-51AC-4D27-BF2E-6AF07B70F495

 

Quando comi a primeira vez, logo apaixonei, porque apesar parecer grudenta, a misturinha é uma delícia e os pedacinhos de bacon crocante combinados com o sabor da cebolinha fresca conquistam qualquer um. Aliás, até fiz ela pra vender por um tempo e era a preferida do pessoal.

 

Então vamos pra cozinha?

 

Ingredientes:

1 kg de mandioca (branca, amarela)

300g de bacon

1 caldo de galinha

cebolinha

pimenta do reino

sal

 

Preparo:

Comece cortando a mandioca em rodelas para facilitar o cozimento. Coloque numa panela de pressão, cubra com água e tampe. Cozinhe em fogo médio por cerca de 20 minutos após pegar pressão ou até que sua mandioca esteja bem cozida.

Coloque o bacon em cubos numa panela e deixe fritar com a própria gordura até ficar bem crocante. Escorra a gordura e coloque o bacon sobre papel toalha. Reserve.

No liquidificador, coloque a mandioca cozida (em pequenas porções) junto com um pouco da água do cozimento e uma parte de água fria (pode ser da torneira). Acrescente água até que seu liquidificador consiga bater. Despeje a mistura numa panela e repita o processo até que toda a mandioca seja batida. Numa das batidas, coloque o caldo de galinha junto, para que esse seja dissolvido junto com o calor da mandioca.

Por fim, acerte o sal, adicione a pimenta do reino, o bacon e a cebolinha picadinha e deixe o caldo aquecer em fogo baixo até a hora de servir, em fogo baixo (queima fácil, viu?).

 

Sirva-se!